Close

O Projeto Lápis na Mão

Em 2018 o projeto Lápis na Mão chega a sua nona edição. Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da educação e cidadania nas regiões sul e extremo sul da Bahia, o projeto já faz parte do calendário pedagógico das escolas da região. Levando leitura, música, contação de histórias e recitação de poesia por meio das suas ações, o projeto promoverá a reflexão sobre a importância da leitura e suas influências na sociedade da região sul e extremo sul da Bahia.

A ser executado entre agosto e outubro de 2018, o projeto Lápis na Mão é composto por três ações que objetivam incentivar o envolvimento de estudantes, professores e sociedade no processo de desenvolvimento educacional da região. São elas: Concurso de Desenho e Redação, Desafio Mãos da Esperança e Concurso Escola Cidadã.

Concurso de redação e desenho

Proposta: Tem foco no desenvolvimento do hábito da leitura, escrita e exercício da criatividade. O projeto realizará debates sobre temas de relevância para a comunidade da região sul da Bahia, que servirão como mote do concurso. O projeto visa incentivar alunos de escolas públicas e privadas das:
– Categorias do Ensino Infantil e Fundamental I a produzirem desenhos;
– Categorias do Ensino Fundamental II, Ensino Médio e EJA a produzirem redações.
O projeto em sua primeira etapa seleciona os 10 melhores trabalhos de cada categoria para uma segunda e última etapa onde serão reconhecidos os 03 melhores trabalhos de cada categoria e premiados.

Desafio Mãos da Esperança

Proposta: Despertar nas comunidades de Itabuna e Ilhéus (bairros, escolas, faculdades, grupos religiosos, etc.) a importância da prática da leitura para transformação da sociedade, por meio de ações com baixo custo. Os bairros inscritos deverão desenvolver um dia de ação, para promover a participação da comunidade na campanha de sensibilização do projeto Lápis na Mão; Deverão ser realizadas atividades que despertem o interesse de crianças, jovens, adultos e idosos tendo como base o tema do projeto e utilizando-se da leitura como prática modificadora dos saberes e das mudanças sociais. Por fim, estas ações devem ser de baixo custo, desenvolver a criatividade e ter a mobilização de pessoas. Ao final será premiado o bairro que desenvolver a melhor atividade.

Concurso Escola Cidadã

Proposta: Estimular escolas a desenvolverem estratégias de sensibilização e mobilização para o debate do tema do Projeto tanto no ambiente escolar quanto fora dele, ou seja, devem ser desenvolvidas ações como: debates; apresentações teatrais, musicais, recitais; feiras; etc. A escola deverá encaminhar suas ações ao projeto e ao final serão premiadas as 03 escolas que desenvolverem a melhor atividade.

Avaliação dos Trabalhos

A Comissão Julgadora será composta por, no mínimo, cinco membros, da UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz, parceira da TV Santa Cruz. A Comissão Julgadora poderá contar com um membro capacitado para o exame de trabalhos produzidos por alunos portadores de necessidades especiais.

Premiação

Serão premiados os três melhores trabalhos de Redação e Desenho de cada categoria:
– Ensino infantil; Ensino Fundamental I; Ensino Fundamental II; Ensino Médio; EJA.
– Serão premiados os três melhores trabalhos da Escola Cidadã.
– Será premiado o bairro que desenvolver a melhor ação em/para sua comunidade.

Apoio

Patrocinadores

    

Realização